VENCENDO A COMPLEXIDADE COM SOLUÇÕES SIMPLES – REDES LOCAIS DE INOVAÇÃO PARA RECURSOS HÍDRICOS E SANEAMENTO AMBIENTAL NA BACIA DO ALTO TIETÊ
Essa atividade, ocorrida em 24/06/08 no Salão Nobre do Centro Universitário Maria Antonia, deu continuidade aos seminários de integração, que vêm ocorrendo para difusão científica de 67 projetos escolhidos pelo Fórum TIETEVIVO. Os pesquisadores discutiram um panorama geral das características e potencialidades dos projetos selecionados. Os trabalhos foram previamente agrupados em 4 Eixos Temáticos, que tratam, em linhas gerais, de: microbacias hidrográficas, Áreas de Proteção Permanente (APPs), planejamento local dos recursos hídricos para ações em diversas escalas e gestão local e estímulos econômicos. As pesquisas apresentadas em todos esses eixos têm em comum um grande potencial para aplicação em políticas públicas e o caráter inovador, seja das tecnologias sociais propostas, seja das novas metodologias utilizadas para análise.

Cada eixo poderá vir a formar uma rede cooperativa de pesquisas, em molde cooperativo interinstitucional. Este processo dependerá dos entendimentos dos pesquisadores entre si. A SBPC publicará os anais do Fórum, e uma avaliação da metodologia utilizada, fazendo um balanço de 18 meses de fomento a esta modalidade de difusão científica.

O primeiro Eixo Temático, chamado Ações de recuperação e proteção de microbacias voltadas para melhoria da qualidade dos recursos hídricos, traz uma ampla gama de diferentes propostas relacionadas a estes objetivos. As pesquisas abordam desde a avaliação e planejamento ambiental para subsidiar políticas públicas, avaliação de políticas públicas e atividades de educação ambiental, passando por trabalhos que incentivam o diálogo entre instituições para promover melhoria socioambiental, qualidade da água e saúde pública, até trabalhos sobre o controle e despoluição de microbacias. Existem tanto pesquisas em andamento, como projetos com resultados já usados na prática, como, por exemplo, tecnologias sociais para melhoria ambiental ou para subsidiar políticas públicas.

O eixo Ações e políticas socioespaciais voltadas para as APPs também apresenta grande diversidade disciplinar e metodológica, com diferentes aplicações e resultados. Boa parte dos projetos desse Eixo objetiva discutir e embasar a tomada de decisão e políticas públicas. Algumas propostas abordam também temas como a participação pública, a aplicação de premiação por serviços ambientais e estudos de urbanização.

Já o terceiro eixo, Planejamento local dos recursos hídricos para ações transversais em diversas escalas, inclui resultados de projetos de avaliação da qualidade da água, análises do Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Tiete, educação ambiental e propostas de tecnologias sociais. Os trabalhos deste eixo também apresentam grande potencial para subsidiar políticas públicas.

O quarto Eixo Temático – Gestão local da qualidade dos ecossistemas associada a recursos hídricos com estímulos econômicos –  traz pesquisas sobre melhoria da qualidade da água com inovadores modelos de avaliação, inclusão social e geração de renda, inovações na avaliação e no tratamento de esgotos, previsão hidrometeorológica, estudos de ecologia de pescado e repovoamento de peixes e zoonoses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *