Convênio assinado no dia 29 de janeiro de 2007 pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e a prefeitura de Curitiba prevê a construção do primeiro Mercado Permanente de Produtos Orgânicos do país.

O espaço será exclusivo para a venda desses produtos no varejo e no atacado e ficará no centro da capital paranaense. Terá ainda uma área reservada para cursos e palestras sobre a preparação de orgânicos.

O terreno para a construção foi cedido pela prefeitura e o ministério investirá cerca de R$ 2 milhões na obra, cuja conclusão está prevista para o final deste ano.

O presidente da Associação dos Consumidores de Produtos Orgânicos do Paraná, Moacir Darolt informou que a procura por produtos orgânicos no estado é 35% maior que a oferta. A criação do mercado, na opinião dele, pode fazer com que o interesse aumente.

"O mercado supre a falta de um espaço exclusivo para os consumidores de produtos orgânicos e oferece uma série de opções. Em muitas cidades existem apenas feiras desses produtos e o mercado vem atender a essa demanda. Além disso, esperamos que haja uma reação em cadeia, com cada vez mais agricultores cultivando os orgânicos", disse Darolt.

Segundo o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural, existem 4.132  produtores orgânicos no estado. Na última safra, foram cerca de 80 mil toneladas de produtos como feijão, arroz, soja, mandioca, açúcar-mascavo e hortaliças, entre outros, o que gerou uma renda bruta de aproximadamente R$ 90  milhões.

O secretário de  Desenvolvimento Agrário do ministério, Valter Bianchini, explicou que no ano passado foram destinados R$ 100 milhões para a agricultura familiar. Esses recursos, acrescentou, podem ser usados para incentivar a produção de orgânicos em qualquer outra unidade da federação.

"Nós estamos incentivando, entre as linhas a serem priorizadas, a construção de espaços e mercados sejam feiras locais, sejam mercados regionais, ou, como aqui em Curitiba, um mercado na capital, em parceria com a prefeitura , para potencializar a produção de orgânicos. Então, qualquer estado pode fazer o que está sendo feito aqui no Paraná. As prefeituras que tiverem interesse podem procurar a delegacia do Ministério do Desenvolvimento Agrário, a Emater ou as organizações que fazem parte do Conselho Estadual da Agricultura Familiar do seu próprio estado", informou.

Dados do ministério apontam que nos últimos seis anos a produção de orgânicos no Brasil  aumentou de 40 mil toneladas para 300 mil toneladas por ano. Esse tipo de cultura envolve cerca de 20 mil produtores no país e 80% desse total são agricultores familiares.

Agência Brasil


Fonte: http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI1377956-EI306,00.html
http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2007/01/29/materia.2007-01-29.9642181717/view

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *