“A real crise em nosso mundo não é a crise social, política ou econômica. É uma crise de consciência, uma incapacidade de experimentarmos diretamente nossa verdadeira natureza. É uma incapacidade de reconhecer essa natureza em todos e em todas as coisas.” (Inner Worlds Outer Worlds).

Parafraseando o inventor e visionário Buckminster Fuller, é necessário perceber que não conseguimos mudar as coisas lutando contra ou resistindo à realidade atual. Para transformar algo, é preciso construir um modelo novo, um sistema novo, que torna o atual obsoleto, superado, inviável.

Assim, a superação da aguda crise de consciência generalizada em nosso país e no mundo é um caminho a persistir com máximo empenho, na construção de uma sociedade de cooperação, uma nova civilização, rumo a uma verdadeira sustentabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *