Read Article
02/02 2004

Plano Estadual de Recursos Hídricos

Princípios BásicosA Política Estadual de Recursos Hídricos tem como objetivo assegurar que a água, recurso natural essencial à vida, ao desenvolvimento econômico e ao bem-estar social, possa ser controlada e utilizada, em padrões de  qualidade satisfatórios, por seus usuários atuais e pelas gerações futuras, em todo o território do Estado de São Paulo.A realização dos […]

Read Article
11/19 2003

HINO À BANDEIRA

Salve lindo pendão da esperança Salve, símbolo augusto da paz! Tua nobre presença à lembrança A grandeza da Pátriz nos traz. Recebe o afeto que se encerra Em nosso peito juvenil, Querido símbolo da terra, Da amada terra do Brasil. Em teu seio formoso retratas Este céu de puríssimo azul, A verdura sem par destas matas, E o esplendor do Cruzeiro do Sul. Recebe o afeto […]

Read Article
11/15 2003

HINO À PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

Seja um pálio de luz desdobradoSob a larga amplidão destes céusEste canto rebel que o passadoVem remir dos mais torpes labéus! Seja um hino de glória que faleDe esperanças, de um novo porvir!Com visões de triunfos embaleQuem por ele lutando surgir! Liberdade! Liberdade!Abre as asas sobre nós!Das lutas na tempestadeDá que ouçamos tua voz! Nós […]

Read Article
11/15 2003

Consciência de Grupo: A essência da Cooperação

Nos últimos movimentos e avanços da Cultura da Cooperação, muito temos nos referido à necessidade de conscientização sobre valores éticos e à prática cotidiana dos mesmos. Estamos tão acostumados a usar a palavra grupo que muitas vezes sua acepção apropriada nos escapa. Este Artigo objetiva aprofundar o significado de "Grupo" e colocar em foco o […]

Read Article
10/29 2003

Ética e Cooperação

Entre os vários modos de procurarmos ilustrar a COOPERAÇÃO, aprecio particularmente aquela imagem que considera uma Balança, tendo como um dos pratos a Solidariedade (valor com foco "no outro", "no próximo") e, como segundo prato, a Competição (com foco no "eu"). A Cooperação é então representada pela BASE da Balança, dando sustentação à dinâmica entre […]

Read Article
09/07 2003

Balanceando o Poder

Segundo James Lucas, em seu livro "Balance of Power", as formas mais usuais de abuso do poder são: Tendência a ceder à personalidade mais forte – As equipes podem ser manipuladas pelas pessoas que têm personalidade dominadora. Então, nada de novo acontece, porque a maioria dos membros da equipe limita-se a seguir a liderança. Contribuições […]

Read Article
08/10 2003

Partilhando sobre Liderança e Parceria

Temos observado que um dos principais aspectos desafiantes na convivência entre membros de um grupo ou comum-unidade, na realização de qualquer projeto ou empreendimento sempre foi a questão da LIDERANÇA: a distribuição de responsabilidades, as esferas e competências decisórias, o equilíbrio do tão afamado poder, a justiça igualitária e o desenvolvimento de parcerias. No início […]

Read Article
07/29 2003

Ecologia Interna e Simplicidade Voluntária

Pela Ecologia Interna, somos todos convidados a uma percepção de comportamentos pessoais, com relação a hábitos de alimentação, troca de informações, conceitos e crenças, ligações com a natureza, com o universo, etc. Perguntas pessoais podem ser profundamente reveladoras, tais como: Será que estou comendo demais? Será que estou dormindo pouco? Devo trabalhar menos? Como estou […]

Read Article
07/15 2003

Permacultura: A Cooperação com a Natureza

Na atualidade, há um consenso crescente de que temos que aprender a viver de modo sustentável se quisermos sobreviver como espécie, pois o planeta de recursos finitos experimenta seus limites de crescimento.A sustentabilidade é um conceito relacional e um objetivo a perseguir que se refere a um significado dinâmico e flexível, focado no respeito à […]

Read Article
06/03 2003

O Conceito de Sustentabilidade e Desenvolvimento Sustentável

Define-se por Desenvolvimento Sustentável um modelo econômico, político, social, cultural e ambiental equilibrado, que satisfaça as necessidades das gerações atuais, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer suas próprias necessidades. Esta concepção começa a se formar e difundir junto com o questionamento do estilo de desenvolvimento adotado, quando se constata que este é […]

1 102 103 104 105