This wig ornaments appears very early. As early as in ancient Egypt, the ancient Egyptian men have shaved his head after all shave and wear wigs. Later the Romans by Egyptian influence, is also keen to wear a wig.cosplay wigsclip in hair extensionshuman hair extensions for womenclip in human hair extensionsreal hair wigshuman hair wigs for white women
Responsabilidade Social e a construção da Norma ISO 26000
  • catalisa@catalisa.org.br

Mais Artigos

ATIVIDADES CATALISA 2012-2013

2013-07-06 21:17:39

Documentos finais da RIO+20

2013-03-09 19:58:34

Movimento ambiental brasileiro aponta retrocessos na política ambiental do MMA

2012-12-28 00:00:00

Declaração da IX Assembleia Geral da Rede Brasil

2012-08-28 00:00:00

ATIVIDADES CATALISA 2011-2012

2012-07-29 00:00:00

RECEITA DE ANO NOVO

2011-12-05 00:00:00

Saúde e Ambiente: Serra Clara, Delfim Moreira/MG

2011-10-26 00:00:00

Especialistas alertam para o perigo dos agrotóxicos para a saúde humana e o meio ambiente

2011-05-12 00:00:00

Brasil implementa ações para garantir água em quantidade e qualidade

2011-04-01 00:00:00

Atividades CATALISA 2010-2011

2011-03-30 00:00:00

Ambiente e saúde: avaliação na Microbacia da Serra Clara, Alto Sapucaí, Delfim Moreira/MG

2011-02-10 00:00:00

Lagos e Rios no Ciclo de Carbono

2011-01-22 00:00:00

Recuperação de Áreas Degradas

2010-11-30 00:00:00

Água doce e ameaçada

2010-10-05 00:00:00

Atividades CATALISA 2009 - 2010

2010-05-30 00:00:00

Década Internacional: Água é Vida

2010-04-15 00:00:00

Norma ISO 26000 é aprovada para publicação em 2010

2010-02-25 00:00:00

Atividades CATALISA 2008 - 2009

2009-04-10 13:52:01

Responsabilidade Social e a construção da Norma ISO 26000

2008-09-26 20:49:42

Capacitação da sociedade: estratégia para a gestão de Recursos Hídricos

2008-08-16 21:48:45

O Evento Festival da Água no Terceiro Milênio

2008-07-14 18:50:23

Educação Ambiental e Agenda 21

2008-05-07 16:56:04

Atividades CATALISA 2007 - 2008

2008-05-03 01:00:32

Refletindo sobre Aquecimento Global e nossa Sociedade

2007-10-01 03:00:00

Escassez de água atinge 1,4 bilhão de pessoas no mundo

2007-09-03 22:18:25

AGENDA 21 LOCAL: A Cooperação entre os 3 Setores em busca da Sustentabilidade

2007-07-01 03:00:00

Atividades CATALISA 2006-2007

2007-05-16 21:02:38

Declaração Universal dos Direitos da Água

2007-03-04 20:58:27

Mudanças Climáticas - Futuro Radical

2007-02-15 16:53:05

Água: Uma Década de Lei

2007-01-23 12:00:30

Refletindo sobre Redes e Desenvolvimento Local

2006-11-09 09:48:18

Brasil - Índice de Desenvolvimento Humano

2006-11-09 00:00:00

Atividades CATALISA 2005-2006

2006-09-20 00:00:00

I Conferência Nacional de Economia Solidária - junho 2006 - Documento Final

2006-08-10 00:13:26

Carta de Santa Maria - Economia Solidária

2006-07-10 00:00:00

Economia Solidária - Texto Base da I CONEA (Síntese)

2006-05-18 15:53:13

Carta Convenção da Diversidade Biológica - COP 8

2006-03-30 00:00:00

Os Donos do Planeta: Corporações 2005

2006-01-14 22:00:57

Conferencia Nacional de Meio Ambiente - Texto Base - MMA

2005-11-08 13:53:39

Pegada Ecológica

2005-10-24 16:45:49

Criação de REDE DE TROCAS entre Empreendimentos Solidários da Cidade de São Paulo

2005-10-15 21:28:15

Lei Especifica Guarapiranga

2005-10-06 16:34:36

Carta de Compromisso Produção Mais Limpa

2005-10-06 14:55:10

Atividades CATALISA 2004-2005

2005-09-30 00:00:00

Consumo Consciente e a Redução de Lixo Produzido

2005-09-26 22:18:26

Conselho Nacional de Economia Solidaria

2005-08-30 15:56:54

Propostas do Ciclo de Seminários Parlamento das Águas

2005-08-24 13:58:11

Cooperação para Sustentabilidade na Capacitação da Sociedade Civil

2005-07-01 13:34:54

Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda - Termo de Referencia

2005-06-28 19:35:26

Composição do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê / 2005 - 2007

2005-06-28 15:12:13

Anteprojeto de Lei de Regulamentação de Cooperativas de Trabalho

2005-05-31 12:36:13

Microcrédito: a Democratização do Crédito

2005-04-29 16:59:46

Projeto de Lei de Economia Solidária do Estado de São Paulo

2005-03-30 10:47:21

Situação Atual do Mundo

2005-02-15 05:01:34

Jogos Cooperativos na Economia Solidária

2004-12-10 04:19:20

Economia Solidária: a Cooperação nas Relações de Trabalho

2004-11-01 02:01:26

Coperativismo e seus Princípios

2004-09-30 20:48:39

Comércio Justo e Solidário

2004-06-29 02:09:44

Caracterização de Empreendimentos Solidários

2004-05-25 09:54:05

Carta de Princípios da Economia Solidária

2004-04-21 04:52:36

Plano Estadual de Recursos Hídricos

2004-02-02 14:15:34

HINO À BANDEIRA

2003-11-19 10:09:02

HINO À PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

2003-11-15 10:17:22

Consciência de Grupo: A essência da Cooperação

2003-11-15 04:10:17

Ética e Cooperação

2003-10-29 01:47:48

HINO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

2003-09-07 21:58:12

Balanceando o Poder

2003-09-07 04:13:30

Partilhando sobre Liderança e Parceria

2003-08-10 04:07:15

Ecologia Interna e Simplicidade Voluntária

2003-07-29 01:51:49

Permacultura: A Cooperação com a Natureza

2003-07-15 20:16:55

O Conceito de Sustentabilidade e Desenvolvimento Sustentável

2003-06-03 01:36:07

Reflexões sobre a Cidadania

2003-05-29 01:41:42

HINO NACIONAL BRASILEIRO

2003-05-07 10:04:59

Está em curso desde 2005 um processo de negociação internacional, que terá grande impacto sobre os princípios e formas pela qual empresas e outras organizações devem atuar, visando minimizar os impactos negativos que sua ação traz à sociedade e ao meio ambiente, e maximizar os impactos positivos. Trata-se do processo de construção da Norma internacional de Responsabilidade Social (ISO 26000), que está sendo construída pela ISO (International Organization for Standardization), envolvendo representantes dos mais variados países, organizações da sociedade civil e grupos sociais, os chamados stakeholders: empresas, governos, trabalhadores, consumidores, organizações não-governamentais, universidades, etc. O lançamento da ISO 26000 está previsto para 2010. A CATALISA, por meio do GAO - Grupo de Articulação das ONGs brasileiras na construção da ISO 26000, participa ativamente deste processo, desde junho de 2006.

O Brasil tem um papel destacado neste processo e está representado não só por uma delegação nacional de 12 membros (organizada pela ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas - e que inclui dois membros de cada uma das categorias acima), mas também com a presença de mais cinco membros, representando organizações nacionais de relevância mundial, através de especialistas com trabalhos desenvolvidos na área de responsabilidade social. Fazer com que a ISO 26000 seja algo consistente e que mereça ser cobrado pela sociedade é o objetivo de participarmos deste processo.

O objetivo da ISO 26000 é estabelecer um entendimento comum sobre o que de fato significa “Responsabilidade Social” para que as confusões ou iniciativas duvidosas sobre este assunto possam ser claramente resolvidas. A norma visa também orientar as organizações de todos os tipos e tamanhos sobre os cuidados e princípios que devem ser seguidos por quem deseja ser socialmente responsável. Deve ainda trazer orientações sobre o processo de incorporação da responsabilidade social às atividades de uma organização, e indicações sobre os principais instrumentos, sistemas e entidades que atualmente tratam do tema.

A ISO é reconhecida como órgão normatizador por 156 países e pela grande maioria das empresas e mercados do mundo. Normas geradas por essa entidade têm grande aceitação e efeito entre as empresas e governos. Para aumentar esta legitimidade, no caso particular da ISO 26000, o próprio processo de construção da Norma considera alguns pressupostos da Responsabilidade Social, e inclui na sistemática de discussões uma gama variada de atores, representativos da sociedade civil organizada de todo o mundo.

Período dos trabalhos de 2005 a 2010, sendo realizados encontros internacionais duas vezes por ano, com a participação de representantes de 78 países.

Além de prescrever princípios e práticas necessários à adoção da Responsabilidade Social, essa norma estabelece claramente uma agenda socioambiental. Isto fica muito claro no capítulo 6, onde são listados os “Temas Centrais da Responsabilidade Social”. São eles: Meio Ambiente, Direitos Humanos, Práticas de Trabalho, Governança Organizacional, Práticas Operacionais Justas, Desenvolvimento da Comunidade e Questões dos Consumidores.

As ONGs brasileiras que participam do processo de construção da ISO 26000 por meio do GAO (www.gao.org.br) definiram sete pontos essenciais, que pautam suas propostas e ações em todos os momentos do processo: Compromisso Ético com o Meio Ambiente e a Sociedade; Promoção da Cidadania Global e da Democracia; Valorização da Cooperação Social e da Solidariedade; Valorização da Autonomia da Sociedade Civil; Participação Efetiva das “Partes Interessadas” (Stakeholders); Consideração da Esfera de Influência e da Cadeia de Valor; Valorização da Transparência.  

A ISO 26000 será um guia voltado a apoiar todos os tipos de organizações para adoção da Responsabilidade Social. Diferentemente da ISO 9001 e da ISO 14001, esta não será uma norma para certificação, ou seja – pelo menos nessa primeira versão – ela servirá apenas como um “Guia de Diretrizes”, e não como a base para obtenção de “selos” ou “certificados” de Responsabilidade Social pelas empresas e outras organizações.  

Ela obedecerá às seguintes orientações:

• Será uma norma de diretrizes, sem propósito de certificação;

• Será aplicável a qualquer tipo de organização, como empresas, governos, ONGs, entre outros;

• Será consistente e não conflitante com normas da ISO e outros reconhecidos instrumentos e acordos internacionais já existentes;

• Não terá caráter de sistema de gestão.

O conteúdo final da norma foi elaborado conforme uma estrutura definida pelo Grupo de Trabalho Internacional da ISO 26000 em seu 2º Encontro.

A estrutura e as principais características de cada capítulo estão construídos do seguinte modo: Introdução; Escopo; Referências Normativas;  Termos e definições; O contexto da Responsabilidade Social; Princípios de Responsabilidade Social relevantes às organizações; Orientação sobre temas centrais de Responsabilidade Social; Orientação às organizações sobre implantação da Responsabilidade Social; Anexos; Bibliografia.

A ISO 26000 afetará as áreas de atuação de todos os setores. A Norma abordará diretrizes e critérios para que uma organização seja considerada socialmente responsável. É uma proposta que não se refere apenas às empresas, mas a organizações de todos os tipos, inclusive ONGs e governos. Se bem implantada, representará uma verdadeira mudança de paradigmas na ação das organizações.

O processo de construção da ISO 26000 vem se consolidando e indica a criação de um poderoso instrumento de transformação social e ambiental. A intenção está clara e é positiva. Agora, um dos maiores desafios é garantir que cada um dos temas visados pela norma seja tratado com o devido cuidado, incorporando as posições mais alinhadas com a cidadania e a sustentabilidade.

Conhecer e acompanhar este importante processo internacional se revela de grande importância para todo estudante e profissional da área socioambiental.

human wigs for white womenreal hair wigs for womenreal hair wigsPaula young wigs for women - Real hair wigslong angled bob