This wig ornaments appears very early. As early as in ancient Egypt, the ancient Egyptian men have shaved his head after all shave and wear wigs. Later the Romans by Egyptian influence, is also keen to wear a wig.cosplay wigsclip in hair extensionshuman hair extensions for womenclip in human hair extensionsreal hair wigshuman hair wigs for white women
Criação de REDE DE TROCAS entre Empreendimentos Solidários da Cidade de São Paulo
  • catalisa@catalisa.org.br

Mais Artigos

ATIVIDADES CATALISA 2012-2013

2013-07-06 21:17:39

Documentos finais da RIO+20

2013-03-09 19:58:34

Movimento ambiental brasileiro aponta retrocessos na política ambiental do MMA

2012-12-28 00:00:00

Declaração da IX Assembleia Geral da Rede Brasil

2012-08-28 00:00:00

ATIVIDADES CATALISA 2011-2012

2012-07-29 00:00:00

RECEITA DE ANO NOVO

2011-12-05 00:00:00

Saúde e Ambiente: Serra Clara, Delfim Moreira/MG

2011-10-26 00:00:00

Especialistas alertam para o perigo dos agrotóxicos para a saúde humana e o meio ambiente

2011-05-12 00:00:00

Brasil implementa ações para garantir água em quantidade e qualidade

2011-04-01 00:00:00

Atividades CATALISA 2010-2011

2011-03-30 00:00:00

Ambiente e saúde: avaliação na Microbacia da Serra Clara, Alto Sapucaí, Delfim Moreira/MG

2011-02-10 00:00:00

Lagos e Rios no Ciclo de Carbono

2011-01-22 00:00:00

Recuperação de Áreas Degradas

2010-11-30 00:00:00

Água doce e ameaçada

2010-10-05 00:00:00

Atividades CATALISA 2009 - 2010

2010-05-30 00:00:00

Década Internacional: Água é Vida

2010-04-15 00:00:00

Norma ISO 26000 é aprovada para publicação em 2010

2010-02-25 00:00:00

Atividades CATALISA 2008 - 2009

2009-04-10 13:52:01

Responsabilidade Social e a construção da Norma ISO 26000

2008-09-26 20:49:42

Capacitação da sociedade: estratégia para a gestão de Recursos Hídricos

2008-08-16 21:48:45

O Evento Festival da Água no Terceiro Milênio

2008-07-14 18:50:23

Educação Ambiental e Agenda 21

2008-05-07 16:56:04

Atividades CATALISA 2007 - 2008

2008-05-03 01:00:32

Refletindo sobre Aquecimento Global e nossa Sociedade

2007-10-01 03:00:00

Escassez de água atinge 1,4 bilhão de pessoas no mundo

2007-09-03 22:18:25

AGENDA 21 LOCAL: A Cooperação entre os 3 Setores em busca da Sustentabilidade

2007-07-01 03:00:00

Atividades CATALISA 2006-2007

2007-05-16 21:02:38

Declaração Universal dos Direitos da Água

2007-03-04 20:58:27

Mudanças Climáticas - Futuro Radical

2007-02-15 16:53:05

Água: Uma Década de Lei

2007-01-23 12:00:30

Refletindo sobre Redes e Desenvolvimento Local

2006-11-09 09:48:18

Brasil - Índice de Desenvolvimento Humano

2006-11-09 00:00:00

Atividades CATALISA 2005-2006

2006-09-20 00:00:00

I Conferência Nacional de Economia Solidária - junho 2006 - Documento Final

2006-08-10 00:13:26

Carta de Santa Maria - Economia Solidária

2006-07-10 00:00:00

Economia Solidária - Texto Base da I CONEA (Síntese)

2006-05-18 15:53:13

Carta Convenção da Diversidade Biológica - COP 8

2006-03-30 00:00:00

Os Donos do Planeta: Corporações 2005

2006-01-14 22:00:57

Conferencia Nacional de Meio Ambiente - Texto Base - MMA

2005-11-08 13:53:39

Pegada Ecológica

2005-10-24 16:45:49

Criação de REDE DE TROCAS entre Empreendimentos Solidários da Cidade de São Paulo

2005-10-15 21:28:15

Lei Especifica Guarapiranga

2005-10-06 16:34:36

Carta de Compromisso Produção Mais Limpa

2005-10-06 14:55:10

Atividades CATALISA 2004-2005

2005-09-30 00:00:00

Consumo Consciente e a Redução de Lixo Produzido

2005-09-26 22:18:26

Conselho Nacional de Economia Solidaria

2005-08-30 15:56:54

Propostas do Ciclo de Seminários Parlamento das Águas

2005-08-24 13:58:11

Cooperação para Sustentabilidade na Capacitação da Sociedade Civil

2005-07-01 13:34:54

Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda - Termo de Referencia

2005-06-28 19:35:26

Composição do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê / 2005 - 2007

2005-06-28 15:12:13

Anteprojeto de Lei de Regulamentação de Cooperativas de Trabalho

2005-05-31 12:36:13

Microcrédito: a Democratização do Crédito

2005-04-29 16:59:46

Projeto de Lei de Economia Solidária do Estado de São Paulo

2005-03-30 10:47:21

Situação Atual do Mundo

2005-02-15 05:01:34

Jogos Cooperativos na Economia Solidária

2004-12-10 04:19:20

Economia Solidária: a Cooperação nas Relações de Trabalho

2004-11-01 02:01:26

Coperativismo e seus Princípios

2004-09-30 20:48:39

Comércio Justo e Solidário

2004-06-29 02:09:44

Caracterização de Empreendimentos Solidários

2004-05-25 09:54:05

Carta de Princípios da Economia Solidária

2004-04-21 04:52:36

Plano Estadual de Recursos Hídricos

2004-02-02 14:15:34

HINO À BANDEIRA

2003-11-19 10:09:02

HINO À PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

2003-11-15 10:17:22

Consciência de Grupo: A essência da Cooperação

2003-11-15 04:10:17

Ética e Cooperação

2003-10-29 01:47:48

HINO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

2003-09-07 21:58:12

Balanceando o Poder

2003-09-07 04:13:30

Partilhando sobre Liderança e Parceria

2003-08-10 04:07:15

Ecologia Interna e Simplicidade Voluntária

2003-07-29 01:51:49

Permacultura: A Cooperação com a Natureza

2003-07-15 20:16:55

O Conceito de Sustentabilidade e Desenvolvimento Sustentável

2003-06-03 01:36:07

Reflexões sobre a Cidadania

2003-05-29 01:41:42

HINO NACIONAL BRASILEIRO

2003-05-07 10:04:59

A proposta de criação de uma rede de trocas entre empreendimentos
solidários, é uma necessidade de sobrevivência para muitos empreendimentos solidários, que neste momento se encontrão em sua maioria, na condição de empresas informais, os motivos para estarem nesta situação são muitos, entre eles:
1 – Desconhecimento e falta de recursos para oficializar os empreendimentos solidários.
2 – Não ter condição de realizar os pagamentos dos impostos incidentes sobre os produtos, serviços e saberes oferecidos.
3 – Não ter capital de giro.
4 – Falta de equipamentos, maquinas e instalações para desempenhar as
necessidades do empreendimento.
5 – Baixa carteira de clientes, para consumir com dinheiro, os produtos,
serviços e saberes oferecidos pelo empreendimento.
6 – Faltam de recursos para uma boa divulgação dos produtos, serviços e
saberes oferecidos pelo empreendimento.
7 – Dificuldades em conseguir empréstimos, por não conseguir a documentação necessária para aprovar os financiamentos.
8 – Competição desigual, onde os empreendimentos solidários não conseguem
colocar seus produtos, serviços e saberes, com preços competitivos, por não ter como diminuir os custos de produção e comercialização.
A saída para muitos empreendimentos é o encerramento de atividade, ou viver na condição de empresa informal, que é a realidade de muitos de nossos empreendimentos solidários.
Nesta condição os empreendimentos solidários, têm suas vantagens, mas por
outro lado, suas limitações lhes impedem de um planejamento para o
crescimento do empreendimento.
Nossa proposta é construir uma rede de trocas entre empreendimentos
solidários com a participação de todos os empreendimentos.
Criaremos juntos uma rede, que possibilite aos empreendimentos otimizar
recursos que hoje são despesas aumentando o custo dos produtos, serviço e
saberes oferecidos.
Exemplo de otimização de recursos:
Criaremos juntos uma Central de administração, com estrutura de assessoria contábil, jurídica, financeira e administrativa, secretaria, serviços externos, telefone, fax, internet, sala para receber os sócios dos empreendimentos com seus clientes nas negociações de seus empreendimentos, sala de reunião com os sócios dos empreendimentos para discutir suas decisões, avaliações, encaminhamentos, cursos de formação e capacitação, compras coletivas, banco de micro credito em moeda oficial e moeda solidária.
Outro recurso a ser utilizado entre os empreendimentos solidários é a
utilização das trocas de produtos, serviços e saberes, com o uso da moeda
social, potencializando a capacidade ociosa dos empreendimentos solidários, o quer dizer isto:
Todas as empresas de produção, serviços e saberes, possuem uma capacidade
ociosa.
O que é capacidade ociosa?
Quando um empreendimento, não consegue usar 100% de sua capacidade, chamamos a parte que não é explorada pelo empreendimento de capacidade ociosa, infelizmente esta é uma realidade de muitos empreendimentos solidários.
Porque estamos falando em capacidade ociosa?
Nosso objetivo não é mexer nas negociações já conseguidas pelos
empreendimentos, ou seja, o empreendimento que estiver negociando seus
produtos, serviços e saberes, nos vamos estimular a continuar estas
negociações, porem a capacidade ociosa do empreendimento, nos queremos
propor uma nova forma de negociar, visando melhorar a qualidade de vida
deste empreendimento.
Como isso e possível?
Vamos usar um exemplo de uma padaria que tem a capacidade de produzir 3000 pãezinhos por dia, porém esta padaria só produz por dia 1000 pãezinhos, os motivos alegados por este empreendimento é que se produzir os 3000 pãezinhos por dia, os 2000 pãezinhos seriam perdidos por falta de compradores.
Nossa proposta para estes empreendimentos é continuar a negociação dos 1000 pãezinhos por dia em dinheiro, não vamos mudar nada, o que vamos propor e que os 2000 pãezinhos sejam trocados com outros empreendimentos, exemplo de troca:
Se conseguirmos um empreendimento solidário que seja um pequeno comercio que necessita de pãezinhos, faremos uma proposta de pagamento dos 2000
pãezinhos, por produtos, como por exemplo: Farinha de trigo, este produto é matéria prima para a produção de mais pãezinhos na padaria, o que iria
acontecer, o mercado deixa de comprar em dinheiro os pãezinhos, sobra mais dinheiro para seu empreendimento, e a padaria deixa de comprar em dinheiro a farinha de trigo para produzir os 3000 pãezinhos, fazendo com que o dinheiro da venda dos 1000 pãezinhos fique na padaria, onde os sócios poderão decidir pelo pagamento de despesas ou uma distribuição de lucro entre os sócios desta padaria.
No momento estas são propostas possíveis, não se trata de uma invenção, já existem no mundo mais 300.000 empresas promovendo trocas entre
empreendimentos, nossa proposta e potencializar as trocas entre
empreendimentos solidários, com objetivo de dar aos empreendimentos uma
possibilidade de competir neste mercado tão injusto, com condições de
igualdade.

Carlos Henrique (Representante de clube de trocas em São Paulo)
human wigs for white womenreal hair wigs for womenreal hair wigsPaula young wigs for women - Real hair wigslong angled bob